Educação física na educação infantil 3

Hoje vamos falar um pouco da educação física na educação infantil:

Educação física na educação infantil

A educação infantil é a etapa da educação básica na qual busca-se o desenvolvimento físico, psicológico, intelectual e social da criança, sendo também nesta fase que a criança começa a se relacionar com outras pessoas além do seu círculo familiar, a ter novas descobertas e percepções do seu corpo a partir da realização de uma gama significativa de movimentos físicos.

Educação física na educação infantil

Segundo Mattos Neira (1999) as crianças se movimentam desde que nascem adquirindo cada vez maior controle sobre seu próprio corpo e se apropriando cada vez mais das possibilidades de interação com o mundo, assim elas engatinham, caminham, manuseiam objetos, saltam, brincam sozinhas ou em grupo, experimentando sempre novas maneiras de utilizar seu corpo e seu movimento.

Dessa forma, ao movimentarem-se, as crianças expressam sentimentos, emoções e pensamentos, ampliando as possibilidades do uso significativo de gestos e posturas corporais, por isso a importância e necessidade de se movimentar. Esta fase do desenvolvimento motor representa um período no qual as crianças pequenas estão ativamente envolvidas na exploração e na experimentação das capacidades motoras de seus corpos, é um período para descobrir como desempenhar uma variedade de movimentos estabilizadores, locomotores e manipulativos, primeiro isoladamente e, então, de modo combinado.

As aulas de educação física na educação infantil devem proporcionar aos alunos a participação em brincadeiras e jogos que envolvam correr, subir, descer, escorregar, pendurar, dançar, para que com isso possam ampliar pouco a pouco o conhecimento e o controle sobre o seu corpo e os movimentos que podem realizar.

Para tanto é necessário que as crianças descubram todas as formas de deslocamentos possíveis e utilizar as habilidades de força, velocidade, resistência e flexibilidade nos jogos e brincadeiras que o professor aplica nas aulas. Não deixando de lado a manipulação de matérias, objetos e brinquedos disponíveis na escola, para o aperfeiçoamento de suas habilidades manuais.

Qual a importância da Educação Física na educação infantil?

O papel da Educação Física no processo educativo é auxiliar no desenvolvimento da personalidade do indivíduo como um ser social, contribuir para a aquisição de novas habilidades, fazê-lo reconhecer as suas potencialidades físicas, para isto o professor especialista precisa estar embasado teoricamente e estar ciente de tamanha responsabilidade. Sendo importante ainda, que o mesmo saiba entender os problemas de seus alunos, sejam emocionais ou psicológicos, interpretá-los e contextualizá-los dentro das aulas, para que este aluno não se sinta excluído e desmotivado.

Qual a importância da Educação Física na educação infantil?

Apesar de haver estudos que buscam mudar e ampliar a visão que temos sobre o significado da educação física no âmbito escolar, a não separação de corpo e mente e a importância da cultura do indivíduo nesse processo formativo, a maioria das escolas ainda reproduzem um plano e aula esportista, ou seja:

“baseiam-se na oferta de práticas motoras das quais os alunos participam, executam, repetem e até se divertem, mas nada aprendem sobre o percurso sócio histórico atravessado pelas diversas manifestações da cultura corporal. É fácil notar que o simples consumo dos produtos e da cultura motora durante as aulas não permitirá interpretar compreender, comparar, criticar e transformar” (Neira, 2009).

Segundo o PCN (1998), as habilidades e capacidades devem ser contempladas, porém, estas devem fazer parte de um contexto significativo para os alunos, para isso sugere-se jogos e brincadeiras e também a criação dos mesmos, mas não podemos esquecer que , conforme explicado por Neire, as atividades de ensino são fortemente influenciadas pelas condições da escola, trabalho docente entre outros fatores.

Dessa forma, o trabalho do professor, na maioria das vezes acaba sendo prejudicados por não terem condições e nem um currículo que os apoie para desenvolver propostas novas, o que ocasiona aulas presas na mesmice, no qual se manipula a informação e o conhecimento, a fim de impor uma determinada visão de sociedade.

Contudo, pequenas iniciativas já contribuem para as modificações na forma de se relacionar com esse campo. Com a formação de um novo currículo, o currículo cultural da Educação Física, no qual envolve mais do que apenas a dominação dos corpos, mas transforma a experiência escolar em um campo aberto ao debate, ao encontro de culturas e à confluência da diversidade de manifestações corporais do variados grupos sociais, tornando-se assim, de extrema importância a análise de conteúdos, práticas curriculares, planejamento, elaboração, execução, preparação discente e docente etc.

Assim, a Educação Física escolar, como já dito, deve preocupar-se com as manifestações de nossa cultura corporal: a dança, as lutas, os jogos, a ginástica e o esporte, sendo formas encontradas para pensamentos, sentimentos, conflitos, festas, desafios, que sempre permearam as relações sociais.

Como elaborar atividades de Educação Física?

Os docentes desta área devem elaborar atividades pensadas de acordo com a faixa etária das crianças e que auxiliem as crianças a desenvolverem a motricidade, tentar realizar atividades somente com regras de basquete, ginástica, futebol, handebol, tornam as aulas cansativas  e dispersivas e até frustrantes para algumas crianças.

como elaborar atividades de educação física

Dessa forma, o melhor caminho, para os professores desta área é construir atividades com bolas, bambolês, corridas como pega-pega, cordas, competições, associação de atividades que envolvam mais de uma ação, equilíbrio, imaginação, jogos, entre outras. Além das citadas, construir junto a eles as aulas é uma forma de deixar que cultural e o social possa permear esse espaço, pois, quando eles que criam algum jogo ou brincadeira é perceptível como eles se envolvem mais e pensam em cada detalhe, e assim brincadeira pode vir a ser do jeito que mais os agrada e tenha mais significado a eles.

Educação física na educação infantil – atividades

A seguir elaboramos algumas propostas de atividades para a educação infantil, que têm por objetivo proporcionar a participação espontânea dos alunos, nas brincadeiras e jogos recreativos, possibilitando um conhecimento real das capacidades da turma, utilizando os sentidos, coordenação, agilidade, velocidade e manejo da bola e conceitos de esportes.

Pega-Pega Diferente – atividades de educação física para educação infantil

Dividir a turma em dois grupos e identificá-los com lenços ou fitas de cores diferentes. Após o sinal do professor os grupos deverão pegar uns aos outros e a criança pega deverá ficar num espaço delimitado pelo professor. Vence o grupo que tiver mais pessoas que não foram pegas.

Arremesso – atividades de educação física para educação infantil

O professor fará uma linha no chão, usando fita crepe e as crianças deverão arremessar garrafinhas plásticas cheias de areia, para frente. O professor irá medir as distâncias e verificar quem conseguiu arremessar mais longe. Depois, em sala de aula, poderá fazer um gráfico explicativo.

Toca do Coelho – atividades de educação física na educação infantil

Dispor bambolês no pátio da escola de forma que fiquem duas crianças em cada um e que sobre uma fora do bambolê. Ao sinal do professor, as crianças deverão trocar de toca, entrando duas em cada um. Sempre sobrará uma criança fora da toca

O Túnel – atividades de educação física para educação infantil

Dividir os alunos em dois grupos, posicionados em colunas, com as pernas afastadas, ao primeiro aluno de cada coluna será entregue uma bola e ao sinal da professora, o primeiro aluno de cada coluna deverá passar a bola entre as pernas entregando-a nas mãos do colega que estiver atrás, e assim até que a bola chegue até o último aluno da coluna. Quando o último aluno de cada coluna recebe a bola, deverá se deslocar o mais rápido possível e se posicionar a frente do primeiro colega da sua coluna, e assim sucessivamente, vindo sempre o último a ocupar o lugar do primeiro da coluna, será considerada vitoriosa a coluna em que o aluno que deu inicio a brincadeira retornar novamente para o primeiro lugar.

Bola Humana – atividades de educação física para educação infantil

Serão formadas duas equipes, cada equipe se posicionará de um lado da quadra. Será feito um sorteio para ver qual a equipe que iniciará o jogo, será também determinado um tempo para cada equipe. Ao sinal dado pela professora, a equipe sorteada irá tentar entrar no gol do adversário, o qual tentará pegar todos os componentes do time oposto que entrarem em seu campo de jogo. Cada aluno que conseguir entrar no gol adversário será considerado um gol. Após terminado o tempo estabelecido pelo professor, a outra equipe realizará  o mesmo. É importante salientar que a equipe que estiver marcando não pode entrar na sua própria área e meta. Será vencedora a equipe que marcar mais gols com a bola humana.

Obrigado por acompanhar até aqui neste texto sobre educação física na educação infantil

Porém, cabe ao educador adaptar todas as atividades de acordo com a turma, sendo ele ainda responsável por garantir que todos os alunos consigam realizá-las e incentivando a prática esportiva. Respeitando, o fato que nem todos os alunos possuirão as mesmas habilidades, mas fazendo com que o aluno se sinta capaz, sendo que a avaliação deve se basear nesse mesmo preceito, visando a evolução das habilidades da criança e no envolvimento da mesma nas atividades propostas.

Espero você nos próximos textos sobre educação infantil aqui no blog!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.