3º Período da Historia da Educação Brasileira

Hoje vamos apresentar um texto onde mostra trabalhos de diferentes representações e neste poste vamos falar um pouco mais aprofundado de “3º Período da Historia da Educação Brasileira” mostrando seus pontos principais.

Os pontos principais da educação brasileira, mostrando como pode ser aplicada na educação de crianças e jovens.

3º Período da Historia da Educação Brasileira

O terceiro período foi um período de muitas mudanças da educação brasileira, em que foi colocadas normativas de diversas instituições, com relação a implementação da educação, desde pequenos alunos ao ensino superior.

Se deu a partir do modelo agrário, também teve o período imperial que influenciou bastante, e as normativas da educação do período.

Consolidação do Modelo Agrário Comercial

A reforma educacional foi superficial pelas propostas serem voltadas aos interesses das classes dominantes; Cursos superiores isolados. Preocupação estreitamente profissionalizante, causada pela desvinculação da teoria e pratica.

Resultado de imagem para Modelo Agrário Comercial

A teoria estudada era somente a realidade européia. “(…) Evidenciando, contudo, a fiel e cega obediência, aos compendios adotados, ignorava o programa de Geologia, as particularidades do solo brasileiro, enquanto incluia o estudo cuidadoso do terreno parisiense.

Crise do Modelo Agrário Exportador

A solução temporária para a crise vem com o sucesso da lavoura cafeeira a partir de 1840. Rebeliões regionais que não obtiveram sucesso, impulsionadas pela burguesia européia, sob o interesse de uma política divisionista.

Vídeo Sobre modelo agrário exportador:

A fase Imperial

Foi um regime de grandes concessões de terras chegou ao Império enfraquecido. Já se combatia o latifúndio, que perdia credibilidade de forma acelerada. Esse, um fato econômico importante, e que talvez tenha gerado certa instabilidade política no início do Império.

Resultado de imagem para fase imperial

Essa instabilidade foi responsável pelo afrouxamento na proteção de nossas florestas.A negligência do Império nesse importante assunto se deve à paixão política, às rebeliões e desajustamentos explicáveis, num período de formação de uma nacionalidade.

Reformas Couto Ferraz

A reforma Couto Ferraz tornou obrigatória a Educação Física nas escolas do município da Corte, houve grande contrariedade por parte dos pais em ver seus filhos envolvidos em atividades que não tinham caráter intelectual. Em relação aos meninos, a tolerância era um pouco maior, já que a idéia de ginástica associava-se às instituições militares; mas, em relação às meninas, houve pais que proibiram a participação de suas filhas.

Leôncio Carvalho

Carlos Leôncio de Carvalho, segundo Lira (1949), nasceu em 18 de junho de 1847, na cidade de Iguaçu, na província do Rio de Janeiro, era filho do Dr. Carlos Antonio de Carvalho. Estudou na Faculdade de Direito de São Paulo, tendo concluído seus estudos em 1868. Prestou concurso, em 1871, para professor nesta Faculdade e nele foi aprovado, sendo nomeado membro catedrático em 1881. Foi convidado para ocupar a pasta dos Negócios do Império no gabinete de 15 de janeiro de 1878, tendo sido eleito deputado pela província de São Paulo neste mesmo ano, permaneceu na Câmara até 1881

Reformou a instrução pública primária e secundária no Município da Corte e o ensino superior em todo o Império, este deu origem ao Pareceres/Projetos de Rui Barbosa intitulados Reforma do Ensino Secundário e Superior (1882) e Reforma do Ensino Primário e várias Instituições Complementares da Instrução Pública (1883). Nesse Decreto autorizava o governo a criar ou auxiliar, nas províncias, cursos para o ensino primário, permitindo que os escravos freqüentassem as escolas. Buscava também estimular a alfabetização dos adultos, exigindo a leitura e escrita, dando preferência para obtenção de empregos nas oficinas do Estado aos indivíduos que cursaram a instrução primária.

Pareceres de Rui Barbosa

O parecer impõe como preliminar a sua posição em face da doutrina e da influência exercida nos pareceres. O liberalismo brasileiro do século XIX se filia ao liberalismo europeu, mas com a peculiaridade de ambientes e condições inteiramente diferentes do mundo europeu. Na Europa, os homens da época eram praticamente livres, as normas os reconheciam como iguais e pode-se afirmar que os privilégios praticamente se extinguiram.

Vídeo Sobre a fase imperial:

A Organização do Ensino

Para melhorar o sistema educacional, no ano de 1823 é criado no país o chamado Método Lancaster (Método do Ensino Mútuo) no qual um aluno já treinado ensinava a grupos de até dez alunos, sob a vigilância de um professor-inspetor; este modelo usado em 1823 existe até os dias atuais, com as devidas adaptações, sendo conhecido na atualidade como o sistema de monitoria.

Resultado de imagem para Aspectos Qualitativos da Organização Escolar

Avançando na organização da educação no país, em 1826 o imperador determina por meio de uma lei a existência de quatro graus para instrução: Pedagogias, Liceus, Ginásios e Academias.

Aspectos Qualitativos da Organização Escolar

A verificação do rendimento escolar observará critérios, dentre eles podemos destacar: a) avaliação contínua e cumulativa do desempenho do aluno, com prevalência dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos e dos resultados ao longo do período sobre os de eventuais provas finais;

Aspectos Quantitativos da Organização Escolar

Na escolha do tema do trabalho a ser desenvolvido, sabe-se que seu foco de estudo, seu objeto de análise, partirá, necessariamente, de um problema. Imaginemos que você decida compreender o fenômeno da falta de interesse dos alunos em relação a uma determinada disciplina. Obviamente que você terá de escolher qual será o método que utilizará para checar as causas envolvidas nessa problemática.

Vídeo Sobre a organização do ensino:

FIM

Chegamos ao fim de uma lista que foi recheada de conteúdos, e hoje falamos de 3º Período da Historia da Educação Brasileira com suas características. Se você gostou do assunto e do texto, compartilha nas redes sociais, e ajude a divulgar nossos trabalhos. Você também pode acessar as nossas redes sociais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.