Os filmes brasileiros em si já são muito engraçados, imaginam quando esses filmes são “filmes brasileiros de comédia”, sem dúvidas a diversão é muito maior.

Os “filmes brasileiros de comédia” são filmes produzidos no Brasil, com atores totalmente brasileiros, e os filmes são produzidos nos quatros cantos do país. Esses filmes representam a cultura brasileira de todas as maneiras.

Assim a comédia no Brasil vem desde muitos tempos antigos, como no tempo dos filmes do Mazzaropi, e desde esses tempos só tem melhorado anos após anos. Então pensando em mostrar a cultura brasileira o demonstre trouxe 10 “filmes brasileiros de comédia”, com suas características baseado no site adoro cinema.

Filmes de Comédia Brasileiros

Os filmes de comédia são de uma grande quantidade de risos, e quando são “filmes de comédias brasileiros”, ainda são mais engraçados, contando com ótimos personagens brasileiros.

Os filmes brasileiros são de diferentes gêneros, mais os que mais conseguem chamar a atenção dos telespectadores são os de comédia, pois os produtores brasileiras são especialista nesse gênero.

Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral – Filmes de Comédia Brasileiros

Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral é um filme de comédia brasileiro e a sequência de Cine Holliúdy (2013) com lançamento previsto para 21 de março de 2019, dirigido por Halder Gomes.

Pacatuba, interior do Ceará, 1980. A popularização da TV obriga Francisgleydisson (Edmilson Filho) a fechar seu adorado Cine Holliúdy e ir morar na casa da sogra, ao lado da esposa Maria das Graças (Miriam Freeland) e do filho Francin (Ariclenes Barroso). Após passar por uma experiência alienígena, na qual um amigo foi abduzido, ele tem a ideia de rodar um longa-metragem de ficção científica onde Lampião enfrenta os seres extra-terrestres. Para tanto, consegue o apoio do prefeito Olegário (Roberto Bomtempo) e de sua esposa Justina (Samantha Schmütz), candidata às próximas eleições.

Ficha técnica Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

Distribuidor DOWNTOWN FILMES
Ano de produção 2017
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 1 curiosidade

Curiosidades Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

Festival do Rio Selecionado para a mostra Première Brasil: Hors Concours da 20ª edição do Festival do Rio.

Razões para ver o Filme Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral

  1. O filme é muito engraçado.
  2. É um filme nordestino.

Trailer do Filme Cine Holliúdy 2: A Chibata Sideral:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Minha Vida em Marte – Filmes de Comédia Brasileiros

Minha Vida em Marte é a continuação do filme brasileiro de comédia Os Homens São de Marte… e É pra lá que Eu Vou. É dirigido por Susana Garcia e estrelado por Mônica Martelli e Paulo Gustavo.

Fernanda (Monica Martelli) está casada com Tom (Marcos Palmeira), com quem tem uma filha de cinco anos, Joana (Marianna Santos). O casal está em meio ao desgaste causado pelo convívio por muitos anos, o que gera atritos constantes. Quem a ajuda a superar a crise é seu sócio Aníbal (Paulo Gustavo), parceiro inseparável durante a árdua jornada entre salvar o casamento ou pôr fim a ele.

Ficha técnica Minha Vida em Marte

Distribuidor DOWNTOWN FILMES
Ano de produção 2017
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 1 curiosidade
Bilheteria no Brasil 5 337 119 entradas

Curiosidades Minha Vida em Marte

Continuação Sequência do filme Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou (2014).

Razões para ver o Filme Minha Vida em Marte

  1. O filme tem um bom enredo.
  2. O filme tem muitas loucuras.

Trailer do Filme Minha Vida em Marte:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Meu passado me condena – Filmes de Comédia Brasileiros

Meu Passado Me Condena – O Filme é um filme de comédia brasileiro de 2013, baseado na série de homônima.

Quando Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) se encontram, é amor à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se conhecerem e decidem viajar à Europa em um cruzeiro em lua de mel. Só que, durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também passam sua lua de mel.

Ficha técnica Meu passado me condena

Distribuidor PARIS FILMES
Ano de produção 2013
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 4 curiosidades
Bilheteria no Brasil 3 159 084 entradas

Curiosidades Meu passado me condena

Da televisão ao cinema Meu Passado Me Condena é a adaptação da série de televisão de mesmo nome, escrita por Tati Bernardi. A trama do filme é a mesma da série: Fábio Porchat e Mía Mello formam um casal que acaba de se casar, um mês depois de se conhecer.

Estreante Estreia da diretora Julia Rezende no cinema.

Antes das filmagens A produtora Mariza Leão e a diretora Julia Rezende, mãe e filha na vida real, embarcaram em um cruzeiro de três dias no navio Costa Favolosa, onde as filmagens ocorreriam. A intenção de ambas era fazer a marcação das cenas que seriam gravadas e perceber como os tripulantes poderiam interagir com o elenco.

Pela primeira vez É o primeiro filme brasileiro rodado inteiramente dentro de um cruzeiro real. O navio partiu do Rio de Janeiro e esteve também em Ilhéus, Salvador, Recife, Maceió, Fortaleza, Casablanca (Marrocos) e Savona (Itália).

Razões para ver o Filme Meu passado me condena

  1. O filme é baseado numa série de mesmo nome exibida no canal por assinatura Multishow, que foi criada e dirigida por Júlia e pela roteirista Tati Bernardi.

Trailer do Filme Meu passado me condena:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O Shaolin Do Sertão – Filmes Brasileiros de Comédia

É um filme brasileiro de 2016 dirigido por Halder Gomes e escrito por L.G. Bayão. Edmilson Filho é o protagonista do filme no papel de Aluísio Li um homem que sonha em ser um grande lutador

Durante a década de 80, lutadores de vale-tudo passam por dificuldades devido à falta de lutas profissionais. A fim de manter a paixão pela luta, eles desafiam os valentões no interior do Ceará que aceitam participar da competição criada. É assim que Aluiso Li (Edmilson Filho) vê a sua chance de ouro para realizar o sonho de se tornar um verdadeiro mestre das lutas como os heróis de seus filmes favoritos.

Ficha técnica O Shaolin Do Sertão

Ano de produção 2016
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 
Bilheteria no Brasil 611 653 entradas
Orçamento R$ 4.000.000 (estimado)
Idiomas Português

Curiosidades O Shaolin Do Sertão

O filme foi gravado no sertão cearense.

Razões para ver o Filme O Shaolin Do Sertão

  1. É um filme muito engraçado.
  2. Os personagens são divertidos.
  3. As lutas são muito divertidas.

Trailer do Filme O Shaolin Do Sertão:

Veja o trailer oficial do filme que está no youtube.

Bingo: O rei das Manhãs – Filmes Brasileiros de Comédia

Um filme de comédia dramática brasileiro de 2017 produzido por Gullane Filmes e distribuído por Warner Bros. Pictures. O roteiro, cuja inspiração consiste no período da vida de Arlindo Barreto, um dos atores que interpretara Bozo na televisão, é de Luiz Bolognesi.

Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo exibido pelo SBT durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Ficha técnica Bingo: O rei das Manhãs

Distribuidor WARNER BROS.
Ano de produção 2017
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 6 curiosidades
Bilheteria no Brasil 238 498 entradas

Curiosidades Bingo: O rei das Manhãs

Primeira vez Estreia de Daniel Rezende como diretor.

Mudança de protagonista Inicialmente seria Wagner Moura o intérprete de Arlindo Barreto, mas ele teve que desistir do projeto devido à agenda de divulgação da série Narcos.

O Bozo nas telonas Filme inspirado no Bozo, personagem que foi criado por Alan Livingston em 1946 e que ganhou popularidade no Brasi após ser exibido em um programa pela emissora SBT.

Vida nas drogas Arlindo Barreto, ex-Bozo, revelou que era viciado em cocaína e que a droga o matinha motivado a trabalhar por tantas horas seguidas.

Direitos autorais O nome Bozo não foi utilizado no filme devido a questões de direitos autorais.

Para assumir o papel Vladimir Brichta perdeu oito quilos para fazer o personagem e também fez aula de circo.

Razões para ver o Filme Bingo: O rei das Manhãs

  1. O filme mostra um palhaço muito engraçado.
  2. foi produzido no Brasil.

Trailer do Filme Bingo: O rei das Manhãs:

Veja agora o trailer oficial do filme que está no youtube.

O Auto da Compadecida – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

Um filme brasileiro de comédia dramática lançado em 2000. Dirigido por Guel Arraes e com roteiro de Adriana Falcão e João Falcão, o filme é baseado na peça teatral “Auto da Compadecida” de 1955 de Ariano Suassuna, com elementos de O Santo e a Porca e Torturas de um Coração, ambas do mesmo autor, e influências do clássico de Giovanni Boccaccio Decameron.

As aventuras dos nordestinos João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens. Ambos lutam pelo pão de cada dia e atravessam por vários episódios enganando a todos do pequeno vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. A salvação da dupla acontece com a aparição da Nossa Senhora (Fernanda Montenegro). Adaptação da obra de Ariano Suassuna.

Ficha técnica O Auto da Compadecida

Distribuidor Columbia Pictures do Brasil
Ano de produção 2000
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 6 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português

Curiosidades O Auto da Compadecida

Série de TV O Auto da Compadecida foi inicialmente produzida como uma minissérie de 4 capítulos, exibida na Rede Globo de Televisão em janeiro de 1998. Devido ao grande sucesso obtido, o diretor Guel Arraes e a Globo Filmes resolveram preparar uma versão para o cinema, que contém 100 minutos a menos que o tempo total da minissérie. Estreia na produção Trata-se do primeiro filme feito inteiramente pela Globo Filmes, desde a idéia até seu desenvolvimento.

Filmando no sertão O Auto da Compadecida foi filmado em Cabaceiras, no sertão da Paraíba, uma cidade próxima a Taperoá, cidade em que as aventuras de João Grilo e Chicó são retratadas na peça teatral de Ariano Suassuna.

Sucesso nas bilheterias Apesar de já ter sido exibida gratuitamente na televisão, a versão para o cinema de O Auto da Compadecida foi um grande sucesso, tendo levado aos cinemas mais de 2 milhões de espectadores.

Razões para ver o Filme O Auto da Compadecida

  1. Está no Ranking dos Melhores Filmes Nacionais.
  2. Ganhou vários prêmios.
  3. É muito engraçado.

Trailer do Filme O Auto da Compadecida:

Veja agora o trailer oficial do filme que está no youtube.

A Banda das Velhas Virgens – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

A Banda das Velhas Virgens, datado de 1979, é o trigésimo-primeiro filme de Mazzaropi, um ícone do cinema brasileiro.

O caboclo Gostoso é o maestro de uma banda feminina formada unicamente por mulheres idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja. Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições a eles. Gostoso recomeça a vida na cidade, vasculhando o “lixão”, e se transforma no principal suspeito de um roubo após sua mulher encontrar um pequeno saco com jóias.

Ficha técnica A Banda das Velhas Virgens

Ano de Produção: 1979

Gênero: Comédia

Duração: 100 minutos

Curiosidades A Banda das Velhas Virgens

Não se conhece curiosidades sobre o filme.

Razões para ver o Filme A Banda das Velhas Virgens

  1. Você vai se divertir muito.

Trailer do Filme A Banda das Velhas Virgens:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

Saneamento Básico, o Filme – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

Saneamento Básico, o Filme é um filme brasileiro de 2007 do gênero comédia, dirigido e escrito por Jorge Furtado, produzido pela Casa de Cinema de Porto Alegre e distribuído pela Columbia Pictures do Brasil.

Os moradores de Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos localizada na serra gaúcha, reúnem-se para tomar providências a respeito da construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Eles elegem uma comissão, que é responsável por fazer o pedido junto à sub-prefeitura. A secretária da prefeitura reconhece a necessidade da obra, mas informa que não terá verba para realizá-la até o final do ano. Entretanto, a prefeitura dispõe de quase R$ 10 mil para a produção de um vídeo.
Este dinheiro foi dado pelo governo federal e, se não for usado, será devolvido em breve. Surge então a idéia de usar a quantia para realizar a obra e rodar um vídeo sobre a própria obra, que teria o apoio da prefeitura. Porém a retirada da quantia depende da apresentação de um roteiro e de um projeto do vídeo, além de haver a exigência que ele seja de ficção. Desta forma os moradores se reúnem para elaborar um filme, que seria estrelado por um mostro que vive nas obras de construção de uma fossa.

Ficha técnica Saneamento Básico, o Filme

Distribuidor SONY PICTURES
Ano de produção 2007
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 3 curiosidades
Bilheteria no Brasil 133 233 entradas

Curiosidades Saneamento Básico, o Filme

Luz, câmera, ação! A cidade de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, serviu de locação para o filme.

As filmagens ocorreram entre 11 de julho a 13 de agosto de 2006.

Parcerias brasileiras Este é o 3º filme em que o diretor Jorge Furtado e o ator Lazaro Ramos trabalham juntos. Os anteriores foram O Homem que Copiava (2003) e Meu Tio Matou um Cara (2005).

Razões para ver o Filme Saneamento Básico, o Filme

  1. O filme é “uma diversão leve e pode ser visto como uma comédia ingênua” e que “o destaque é o elenco.
  2. O filme é “engraçado como poucos títulos brasileiros recentes.

Trailer do Filme Saneamento Básico, o Filme:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

O jeca Macumbeiro – Filmes Brasileiros de Comédia Antigos

O Jeca Macumbeiro é um filme de comédia brasileiro de 1974, dirigido por Pio Zamuner e estrelado por Mazzaropi.

Pirola (Mazzaropi) é um pobre caboclo que vive na fazenda do patrão, coronel Januário (Jofre Soares), morando num casebre com o filho Zé (José Mauro Ferreira). Um dia Pirola recebe surpreso a visita de um velhinho amigo, que, sentindo-se na hora da morte leva-lhe de presente um saco cheio de dinheiro. Ingênuo e transtornado, Pirola não sabe o que fazer e acaba confiando a fortuna ao patrão. Januário, que secretamente está às portas da falência, finge ser um pai de santo para tentar apropriar-se do dinheiro do pobre Pirola.

Ficha técnica O jeca Macumbeiro

Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 3 curiosidades
Orçamento 
Idiomas Português
Formato de produção 35 mm

Curiosidades O jeca Macumbeiro

Locação O filme foi produzido na Fazenda Santa em Taubaté, interior de São Paulo.

Trilha sonora “Luar do Sertão”, de Catulo da Paixão Cearense, interpretada por Mazzaropi “Tocando a boiada”, de Mazzaropi, interpretada por Miltinho e Messias “Lavadeiras do amor”, de Hector Lagna Fietta e Carlos Cesar

Sucesso de bilheteria Renda de Cr$ 18.578.277,84. Espectadores: 3.021.248. Figura em 1º lugar na lista de “As 10 maiores rendas de filmes nacionais em 1975”.

Razões para ver o Filme O jeca Macumbeiro

  1. O filme é muito engraçado.
  2. O filme é em preto e branco.

Trailer do Filme O jeca Macumbeiro:

Veja agora o trailer oficial do filme que se encontra no youtube.

FIM

Hoje mostramos uma lista recheada de Filmes de Comédia Brasileiros, onde mostra algumas características que diferencia o filme de outros. Se você curti nossos textos, ajude-nos compartilhando em sua rede social, para que possamos continuar com nosso trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.